link rel=alternate type=application/rss+xml title=RSS-Feed href=http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=10type=100 /

Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 13.01.2020 10:30
Categoria: CEF, Notícias Gerais

Aniversário da CAIXA é celebrado com ação sindical


O aniversário de 159 anos da Caixa Econômica Federal foi lembrado pelo Sindicato.  A data, comemorada em 12 de janeiro, motivou as atividades (entre elas, distribuição de carta aberta a população) que aconteceram nesta segunda-feira, 13, em defesa da não privatização de áreas subsidiárias da Caixa.

O Sindicato realizou reuniões na agência Campinas da CAIXA com os empregados e clientes presentes para esclarecer as consequências que os funcionários e a população poderão sofrer com a privatização das áreas subsidiárias.

Em outubro do ano passado a concessão da Lotex, mais conhecida como “raspadinha” foi vendida por R$ 500 milhões e neste ano, áreas da CAIXA, como loterias, seguros, cartões e gestão do FGTS podem também ser transferidas para a iniciativa privada.

As subsidiárias da CAIXA que o governo pretende vender são justamente as áreas que geram mais lucro para o banco. Com o lucro proveniente dessas áreas, a CAIXA financia o sonho da casa própria, o acesso à faculdade com o FIES e o crédito mais barato. Além disso, parte do dinheiro arrecadado com as loterias é aplicado no esporte, na cultura e na segurança.

Na visão do Sindicato, com a venda dessas áreas, o Brasil todo perderá, sendo que população de baixa renda é a que será mais prejudicada com o fim do acesso ao sistema financeiro, ao crédito, à poupança e a outros serviços. Além disso, segundo o diretor do sindicato, Carlos Augusto (Pipoca), os bancários passarão pela precarização do emprego.  “Já vivemos nos anos 1990 o pesadelo da gestão neoliberal, trata-se de um modelo desumano que não atende aos interesses da sociedade e que não respeita os direitos dos empregados”, afirma Pipoca.

Vale lembrar que além de lucrativos, os bancos públicos têm um importante papel no desenvolvimento do país, diminuindo as desigualdades regionais, investindo em infraestrutura e saneamento, fornecendo crédito para setores informais que dificilmente teriam acesso a qualquer outro tipo de financiamento.

Nesse contexto, o sindicato informou, esclareceu e convocou a todos para lutar pelo que é do povo. “Queremos envolver os empregados, os aposentados, toda a sociedade enfim, para defender essa empresa que completa 159 anos de inestimáveis serviços prestados ao Brasil”, declarou Pipoca na ação realizada nesta segunda-feira na agência Caixa Federal.

Fotos: Júlio César Costa

 


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*