link rel=alternate type=application/rss+xml title=RSS-Feed href=http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=10type=100 /

Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 15.05.2019 16:37
Categoria: Notícias em Foco

Ato em defesa da Educação reúne mais de 6 mil pessoas no centro de Campinas


Mais de 6 mil pessoas participam do ato em defesa da Educação realizado hoje (15) no Largo do Rosário no centro de Campinas. Com a participação de professores, estudantes (secundaristas e universitários), petroleiros, eletricitário, bancários, dentre outras categorias, o protesto contra o bloqueio e cortes de verbas para universidades e institutos federais e suspensão de bolsas de pesquisa, anunciados pelo governo Jair Bolsonaro, foi encerrado com passeata pela Avenida Francisco Glicério, apoiada pela população; inclusive com “chuva” de papel picado.

A mobilização nacional convocada pelos professores, incluindo paralisações das atividades, contou também com a adesão de trabalhadores das redes de ensino estaduais e municipais e escolas privadas. As praças, ruas e avenidas ocupadas em várias cidades brasileiras neste dia 15 de maio transformaram-se num “esquenta” para a greve geral marcada pelas centrais sindicais para o próximo dia 14 de junho.

Contra a reforma da Previdência

O Sindicato instalou barraca no Largo do Rosário e durante o ato coletou 547 assinaturas em documento em defesa da Previdência Social, a ser encaminhado ao Congresso Nacional. No abaixo-assinado, os cidadãos pedem aos parlamentares votos contra a Proposta de Emenda à Constituição 06/2019 (PEC), apresentada pelo governo federal no último dia 20 de fevereiro.

A chamada “Nova Previdência” adia a data da aposentadoria, exige maior número de contribuições, reduz os valores dos benefícios e restringe o acesso. E mais: acaba com a seguridade social, prevista na Constituição Federal, ao propor a substituição do sistema de repartição (quem está na ativa sustenta quem está aposentado) pelo regime de capitalização (contas individuais). Além da coleta de assinaturas, advogados do Departamento Jurídico do Sindicato prestaram esclarecimentos sobre a proposta de reforma da Previdência, incluindo cálculos de aposentadoria.

Sindicato repudia fala do presidente

A diretoria do Sindicato repudia a fala do presidente da República, Jair Bolsonaro, que, ao ser informado sobre os protestos contra os cortes e bloqueio de verbas para a Educação em todo o país, classificou os participantes como “idiotas úteis”; “massa de manobra”. O presidente da República se encontra nos Estados Unidos.

Fotos: Júlio César Costa

 


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*