link rel=alternate type=application/rss+xml title=RSS-Feed href=http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=10type=100 /

Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 29.11.2018 16:29
Categoria: Notícias em Foco, BB

Sindicatos e BB instalam mesas temáticas


Os sindicatos e o Banco do Brasil instalaram no último dia 26 as mesas temáticas sobre saúde e segurança no trabalho, teletrabalho e escritórios digitais e entidades patrocinadas de bancos incorporados; as mesas estão previstas no Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), assinado no dia 31 de agosto deste ano. A diretora do Sindicato, Elisa Ferreira, participou da reunião como representante da Federação dos Bancários de SP e MS.

Saúde e condições de trabalho

O BB apresentou informações referentes aos casos de retorno de licença-saúde e de retorno ao trabalho nos casos de cancelamento de aposentadoria por invalidez. Os dirigentes sindicais questionaram sobre os problemas ocorridos em várias unidades instaladas no país. Na próxima mesa será feita uma apresentação detalhada do programa de retorno ao trabalho.

Teletrabalho

O BB apresentou o programa piloto de teletrabalho, em processo de implantação. O Banco informou a quantidade de funcionários no programa, os critérios, as áreas envolvidas e os diversos tipos de teletrabalho. Os dirigentes sindicais indagaram sobre a segurança, ergonomia, jornada e formas de contato com os funcionários, principalmente em home office. E mais: questionaram o modelo de representação e atuação junto aos funcionários. O objetivo é evitar que os funcionários fiquem desassistidos tanto de representação sindical, como também de assistência social, via acompanhamento das condições de saúde, periodicamente.

Bancos incorporados

A mesa de bancos incorporados começou com um debate sobre delineamento dos temas, sendo o acesso aos benefícios o primeiro assunto a ser abordado.

Negociação permanente

Os sindicatos apresentaram reivindicações de solução de problemas na recente reestruturação das Unidades de Apoio, reestruturação do setor de atacado em Campinas, migração do setor de pagamento e recebimento das agências Setor Público para o PSO. Além disso, teve início um debate sobre GDP (Gestão do Desempenho Profissional), que será feito ao longo da vigência do Aditivo à CCT. Os sindicatos cobraram a implantação da possibilidade de redução do horário de almoço e o BB confirmou que os testes no sistema já se iniciaram e o prazo até o final deste mês de novembro está mantido.

Cassi

Os sindicatos cobraram o restabelecimento da Mesa de Negociação da Cassi, considerando que foi apresentada uma proposta de consenso das entidades, feita com o auxílio e análise técnica da diretoria da Caixa de Assistência inclusive com os técnicos da área financeira que são indicados pelo banco.

Próximas mesas

As mesas temáticas têm calendário de reuniões trimestral e a próxima rodada está agendada para o final do mês de fevereiro de 2019. Em janeiro será feita uma reunião para apresentação e debate sobre a ampliação das praças da Unidade de Varejo (UNV) e as consequências do novo modelo para os funcionários das agências.

 

Fonte/Foto: Contraf-CUT


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*