link rel=alternate type=application/rss+xml title=RSS-Feed href=http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=10type=100 /

Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 07.08.2018 18:32
Categoria: BB, Notícias em Foco

BB também apresenta proposta incompleta


O Banco do Brasil propôs a manutenção da maioria das cláusulas do Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), durante a sexta rodada de negociação da pauta específica com os sindicatos, realizada nesta terça-feira (7), em São Paulo. A vigência do novo aditivo, segundo o banco público, será a mesma da CCT, que está sendo negociada na mesa única com a Fenaban. O BB, no entanto, não apresentou uma proposta que contemplasse as cláusulas econômicas, apenas acompanhou a Fenaban que, no mesmo dia, propôs reposição da inflação no período de setembro de 2017 a agosto deste ano, sem aumento real.

Até a próxima rodada, sem data marcada, o BB vai encaminhar aos sindicatos a redação do Aditivo proposto, com alguns ajustes. Um dos pontos de mudança é a cláusula sobre ciclos avaliações para descomissionamentos. O banco havia proposto um semestre e agora propõe dois semestres.

Os sindicatos e o BB ainda vão discutir pontos como a proposta de intervalo de almoço e parcelamento de férias. Quanto à renovação do protocolo de resolução de conflitos, que mantém um canal para as denúncias de assédio moral, o BB não se manifestou. “Os sindicatos avaliam que essa cláusula, como os ciclos de avaliações, é uma proteção para os funcionários”, destaca a diretora do Sindicato, Elisa Ferreira, que participou da rodada de negociação.

Assembleia: A proposta do BB será apresentada na assembleia desta quarta-feira (8), às 18h, na sede do Sindicato.

Foto: Júlio César Costa


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*