Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 12.01.2018 14:00
Categoria: CEF

Aniversário da Caixa, em Campinas, foi marcado por dia de luta dos empregados da instituição


Nesta sexta-feira, 12 de janeiro, o dia em que a Caixa Econômica Federal completa 157 anos, foi marcado em Campinas por muita mobilização, num ato realizado pela manhã em defesa do banco 100% público e pela valorização dos empregados da instituição - nas agências Centro, Largo do Rosário e Conceição.

A atividade foi promovida pelo Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, juntamente com a Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB), Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (FENAE), além de diversos movimentos sociais, notadamente do segmento que luta por moradia.

Comitê Estadual

Na última quarta-feira, 10, após a primeira reunião do comitê estadual em defesa da Caixa em São Paulo, foi produzido um documento assinado pela FEEB, Contraf-CUT, FENAE, Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal de São Paulo (Apcef-SP) e Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito de São Paulo (Fetec-SP/CUT), dentre outras entidades,  definindo o lançamento da campanha "Defenda a Caixa você também" no estado de São Paulo e a atividades do dia de hoje como as primeiras iniciativas do coletivo.

O diretor do Sindicato dos Bancários e membro da CEE - Caixa, Carlos Augusto Silva, conhecido como "Pipoca", participou do encontro e destaca que o movimento em defesa da Caixa se intensificou a partir de reestruturações promovidas pela direção do banco e do interesse do governo federal em privatizar a instituição, transformando-a em sociedade anônima.

"Ao longo de 2017, promovemos reuniões com os funcionários antes do horário de abertura das agências, estendendo o movimento aos clientes e população em geral por meio da distribuição de materiais em Campinas, Jaguariúna, Paulínia, Indaiatuba e outros municípios da região", detalha.

Após forte pressão, o Conselho de Administração da Caixa Federal, reunido no dia 7 de dezembro em Brasília, decidiu excluir da proposta de alteração do estatuto o item que transformava a instituição em sociedade anônima (S/A), como pretendia o governo Temer. Mas o texto final com as mudanças no estatuto, sem incluir a Caixa Federal como S/A e votado no Conselho, agora precisa ser aprovado pelos órgãos reguladores. "Foi uma grande vitória, porém precisamos manter nossa mobilização", assegura "Pipoca".

Acima fotos Ag. Conceição, abaixo foto ag. Centro Glicério

Abaixo fotos ag. Barão de Jaguara

Fotos: Júlio César Costa


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*