Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 11.09.2017 10:18
Categoria: Itaú, Notícias em Foco

Sindicato exige acesso à agência digital do Itaú


O Itaú permanece impedindo o acesso de diretores do Sindicato à agência digital, localizada à Avenida José de Souza Campos, mais conhecida por Norte-Sul, em Campinas. Inclusive no último dia 20 de julho o Sindicato ‘comemorou’ o primeiro ano de instalação da agência com ato de protesto, distribuição de bolo, refrigerante, língua de sogra, chapéu de festa personalizado e carta aberta intitulada “Agência digit@l livre”. Uma barraca montada na Praça Salim Jorge, localizada à Rua Gustavo Ambrust, serviu como base de apoio aos diretores.

Para justificar a proibição, o banco das famílias Setubal, Salles e Villela diz que agência digital está localizada num prédio que não é exclusivo da instituição. Desculpa esfarrapada.

Na verdade, o Itaú quer impedir a atuação do Sindicato. O máximo que fez até o momento, diga-se de passagem, foi abrir as portas da agência digital para uma visitação, em fevereiro deste ano. O Sindicato exige livre acesso à agência digital, semanalmente.

Ranking e pressão por metas

Mas o desrespeito do Itaú não se limita em proibir o acesso dos diretores do Sindicato à agência digital. Em completo descumprimento à cláusula 37ª da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que trata do monitoramento de resultados, os gestores têm divulgado ranking individual. E mais: ameaças constantes de demissões; inclusive um gerente chegou ao ponto de obrigar o funcionário a dançar “É o Tchan”. É pressão total visando as metas inatingíveis.

E isso não é tudo. Em março último, o Itaú fez uma tremenda confusão ao promover parte dos funcionários. “O que bagunçou o enquadramento salarial e gerou grande insatisfação. E sequer esclareceu o ocorrido até agora. O Sindicato luta pela valorização de todos, sem discriminação”, avalia o vice-presidente do Sindicato, Mauri Sérgio.

Agência digital: bancos públicos e privados

Itaú: 144 unidades no país.

Bradesco: 2 em funcionamento. Até o final do ano, mais duas.

Santander: 1 agência piloto em Jundiaí.

Banco do Brasil: 276 agências e escritórios digitais. A previsão é fechar o ano com 352 unidades. Em 2018, pretende inaugurar mais 28 escritórios.

Caixa Federal: 1 agência piloto em Campinas.

Fonte: Revista Valor 1000 (nº 17, agosto de 2017). Época Negócios (05/09/17).


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*